portugues espanhol ingles frances alemao chines(simplificado) russo
Início » Notícias » Ato público contra o fechamento do HESM

Ato público contra o fechamento do HESM

Servidores, pacientes e familiares do Hospital Estadual Santa Maria (HESM), especializado em tuberculose, realizaram nesta segunda-feira (18) um ato público contra o fechamento da instituição.

De acordo com reportagem publicada no Jornal Extra do dia 11 de fevereiro, a guerra entre tráfico e a milícia levaram ao fechamento do hospital. Ainda de acordo com a notícia, os tiroteios frequentes no entorno do hospital, que é cercado por comunidades, levaram profissionais de saúde a pedirem demissão. Nos últimos meses, a situação se acirrou e a falta de médicos, que já havia na unidade, se tornou mais grave. Um dos médicos que deixou a unidade por causa da violência relata que, no mês passado, um paciente foi ferido no braço por estilhaços de uma vidraça quebrada por uma bala perdida.

No dia 12 de fevereiro, o CCAP TB BRASIL, Comitê Comunitário de Acompanhamento de Pesquisas em Tuberculose no Brasil, composto por ativistas de todas as Regiões do Brasil, manifestou-se por meio de nota com relação ao anúncio do fechamento do Hospital Estadual Santa Maria em Jacarepaguá, na Cidade do Rio de Janeiro, único hospital de referencia em tuberculose nesse Estado.

O Estado do Rio de Janeiro apresenta a mais alta taxa de mortalidade por tuberculose e segundo lugar na incidência da doença no Brasil.

Para a presidente da Rede Brasileira de Pesquisas em Tuberculose REDE-TB Ethel Maciel, essa é uma situação lamentável. É inaceitável o fechamento de um hospital como Santa Maria, com uma história de um dos maiores centros de tisologia e pneumologia da América Latina desde a década de 40 até 70 devido ao tráfico de Droga. A sociedade brasileira não pode mais ficar refém desse tipo de situação”, destaca a presidente.

Comentários