portugues espanhol ingles frances alemao chines(simplificado) russo
Início » Notícias » Continuidade do tratamento da tuberculose é essencial para cura da doença

Continuidade do tratamento da tuberculose é essencial para cura da doença

Publicação: 29 de janeiro de 2024

.

Pacientes com tuberculose residentes em Aracaju têm desistido do tratamento contra a doença, fato que preocupa a Prefeitura e a Secretaria Municipal da Saúde (SMS). Em 2023, 345 pessoas foram diagnosticadas com a patologia infecciosa e 11% abandonaram o tratamento por apresentarem melhora ao iniciar os cuidados.

A tuberculose é uma doença infecciosa e transmissível, causada pela bactéria Mycobacterium tuberculosis, também conhecida como bacilo de Koch. A doença afeta prioritariamente os pulmões (forma pulmonar), embora possa acometer outros órgãos e sistemas.

Segundo a referência técnica de Tuberculose da SMS, Mariana Aragão, o número de desistências só tem aumentado, pois muitas pessoas, ao iniciar o tratamento, apresentam melhora dos sintomas e deixam de tomar os medicamentos no período correto. “Por isso a importância dos profissionais de saúde em apoiar e monitorar o tratamento da tuberculose, por meio de um cuidado integral e humanizado, conscientizando ao paciente da importância do uso dos medicamentos de forma regular e no tempo correto, até a finalização do tratamento, pois a interrupção pode levar o paciente à resistência aos antibióticos ou mesmo a complicações que podem levar a óbito. Além disso, pode aumentar o risco de transmissão da doença para outras pessoas”, destaca.

A transmissão da tuberculose acontece por via respiratória, pela eliminação de aerossóis produzidos pela tosse, fala ou espirro de uma pessoa com tuberculose ativa (pulmonar ou laríngea), sem tratamento. A tuberculose é uma doença que ainda acomete muitas pessoas ao redor do mundo, mesmo com todo o tratamento oferecido pelo Sistema Único de Saúde (SUS), através das Unidades de Saúde da Família (USFs).

Diante dos sintomas de tosse por três semanas ou mais, febre vespertina, sudorese (suor) noturna e emagrecimento, é fundamental procurar a Unidade de Saúde da Família mais próxima para avaliação e realização de exames. Ao apresentar resultado positivo, inicia-se o tratamento (duração mínima de seis meses) de forma gratuita e acompanhamento pela USF local, onde é possível ter acesso aos medicamentos. A tuberculose só tem cura quando o tratamento é feito de forma adequada e ininterrupta.

Fonte: https://www.aracaju.se.gov.br/noticias/103978/continuidade_do_tratamento_da_tuberculose_e_essencial_para_cura_da_doenca.html

Comentários