portugues espanhol ingles frances alemao chines(simplificado) russo
Início » Notícias » Estudo da Fiocruz Bahia sobre tuberculose é destaque em revista internacional

Estudo da Fiocruz Bahia sobre tuberculose é destaque em revista internacional

Publicação: 23 de janeiro de 2024

.

Desenvolvido por pesquisadores do Centro de Integração de Dados em Saúde (Cidacs) da Fiocruz Bahia, o artigo Incidence and risk factors of tuberculosis among 420.854 household contacts of patients with tuberculosis in the 100 Million Brazilian Cohort (2004-18): a cohort study é o destaque de capa da edição de janeiro da revista The Lancet Infectious Diseases. O estudo descreve uma elevada incidência de tuberculose entre contatos domiciliares, ou seja, entre pessoas que vivem na mesma residência que uma pessoa que já foi diagnosticada anteriormente com a doença. Essa incidência de tuberculose entre contatos domiciliares foi 16 vezes maior que a incidência de tuberculose na população geral da Coorte de 100 Milhões de Brasileiros, proveniente dos dados do Cadastro Único, utilizados como base de dados para esse estudo. Também foi constatado maior risco de adoecimento por tuberculose entre contatos expostos a um familiar com menor de cinco anos de idade, que foram diagnosticados com tuberculose pulmonar, ou ainda para aqueles contatos que se autodeclararam pretos, pardos, indígenas ou que viviam em habitações precárias.

Para Julia Pescarini, coordenadora do estudo, a publicação do artigo em uma revista como a Lancet ID evidencia o reconhecimento do trabalho produzido e a relevância da pesquisa. Segundo Pescarini, a publicação tem um alto alcance, sendo lido por profissionais da saúde e gestores da área de doenças infecciosas, como a tuberculose, no mundo todo. “Apesar das informações difundidas sobre a tuberculose e o seu vínculo com a pobreza, os esforços para reduzir a sua transmissão entre os mais pobres e as populações minoritarizadas ainda é escasso, então publicar no Lancet também significa aumentar o alcance da nossa pesquisa e maximizar seu impacto nas estratégias de controle da doença” explica a coordenadora.

Pescarini também destaca o processo de publicação como um fator importante para aumentar a abrangência dos achados da pesquisa. Para um artigo ser publicado na Lancet ID ele passa por extensa revisões por pares, mostrando que o trabalho e a pesquisa no Brasil, em geral, tem potencial de fazer ciência aplicada de qualidade excepcional para responder perguntas de pesquisa de importância, não só para o Brasil como para o mundo.

“Dessa forma, a publicação na Lancet ID mostra, utilizando métodos robustos e em uma base de dados inédita, a maior transmissão da TB entre contatos desses grupos”, afirmou. Segundo Priscila Scaff, primeira autora do artigo, o estudo reforça a vulnerabilidade dos contatos domiciliares para a tuberculose, principalmente para as pessoas que vivem em condição social desfavorável.

“A constatação de que os contatos domiciliares possuem alto risco de adoecimento por tuberculose já era conhecida, entretanto esse estudo traz um detalhamento em como isso ocorre na população com maior vulnerabilidade econômica do Brasil. Nossos resultados ressaltam a importância de políticas públicas de combate às desigualdades sociais, de fortalecimento e expansão da Estratégia de Saúde da Família, e do tratamento preventivo da tuberculose”, afirmou ela. 

O Cidacs tem contribuído para a produção de conhecimento científico através de estudos que auxiliam e apoiam as tomadas de decisões em políticas públicas em benefício da sociedade. Em sete anos de atuação, o Centro tem se destacado com artigos publicados em importantes revistas e periódicos científicos.

Fonte: https://portal.fiocruz.br/noticia/estudo-sobre-tuberculose-da-fiocruz-bahia-e-destaque-em-revista-internacional

Comentários