portugues espanhol ingles frances alemao chines(simplificado) russo
Início » Notícias » Infecção por tuberculose adoece cerca de 80 mil brasileiros por ano

Infecção por tuberculose adoece cerca de 80 mil brasileiros por ano

Publicação: 1 de abril de 2024

.

Uma média de 80 mil pessoas são infectadas todos os anos no Brasil, registra o boletim epidemiológico publicado pelo Ministério da Saúde este ano. Amazonas, Mato Grosso do Sul e Rio de Janeiro foram os estados com mais vítimas no período.

“A tuberculose tem cura, e o enfermeiro é fundamental na estratégia de enfrentamento à doença”, afirma o conselheiro federal Vencelau Pantoja. O diagnóstico e tratamento são disponibilizados gratuitamente no Sistema Único de Saúde (SUS). Conforme o parecer 40/2023 , o enfermeiro pode prescrever medicamentos para tratamento da infecção latente por tuberculose (ILTB), além de também poderem solicitar o Teste de Liberação Interferon-Gama (IGRA), utilizado para diagnosticar a doença.

As atividades podem ser realizadas em todos os níveis de atenção, desde que estejam previstas em protocolos aprovados pelas instituições de Saúde nas quais o profissional atua.

Profissionais com interesse em se inteirar nos assuntos relacionados à doença tem a opção de acompanhar o curso “Tuberculose na Atenção Primária à Saúde: Protocolo de Enfermagem”. Está disponível gratuitamente na multiplataforma CofenPlay e foi feito pela parceria do Conselho Federal de Enfermagem (Cofen) e o Ministério da Saúde (MS).

Além da testagem, o SUS também oferece a vacina BCG (Bacilo de Calmette e Guérin) para evitar as formas mais graves da doença em crianças. Também disponibiliza tratamento preventivo para pessoas com maior risco de adoecimento. Entre 2015 a 2023, o número de casos novos aumentou entre pessoas em situação de rua, profissionais de saúde, indígenas, imigrantes e em privação de liberdade. Mais da metade das ocorrências acomete a população preta e parda.

Saiba mais: https://www.cofen.gov.br/infeccao-por-tuberculose-adoece-cerca-de-80-mil-brasileiros-por-ano/

Comentários