Início » Notícias » Secretaria de Saúde alerta para aumento de casos de tuberculose em Linhares

Secretaria de Saúde alerta para aumento de casos de tuberculose em Linhares

Publicação: 19 de abril de 2022

Atualmente, 42 pacientes estão em tratamento no Naps. Destes, 10 diagnosticados neste primeiro trimestre de 2022, entre os cerca de 200 atendimentos/mês.

O Programa Municipal de Controle à Tuberculose, que funciona no Núcleo de Atenção às Políticas de Saúde (NAPS), registrou aumento no número de atendimentos da doença no município de Linhares em relação ao ano passado. Em março de 2021, foram 150 atendimentos. Este ano, no mesmo mês, 200 pessoas já foram atendidas pelas equipes de saúde do programa. 
A tuberculose é uma doença infectocontagiosa que afeta prioritariamente os pulmões, embora possa acometer outros órgãos e/ou sistemas do corpo. A doença é causada pelo Mycobacterium tuberculosis ou bacilo de Koch (em homenagem ao Dr. Robert Koch, descobridor da causa da doença). Ela é transmitida através de contato da pessoa portadora do bacilo com outro indivíduo através da inalação de partículas que ficam suspensas no ar.
O principal sintoma é a tosse. A pessoa pode tossir meses, sem, contudo, pensar na tuberculose. Outros sintomas incluem falta de apetite, emagrecimento e suor noturno acompanhado de febre baixa, que é mais comum no final da tarde. Pode existir catarro esverdeado, amarelado ou com sangue.
Casos em Linhares
Atualmente, 42 pacientes estão em tratamento no Naps. Destes, 10 diagnosticados neste primeiro trimestre de 2022, entre os cerca de 200 atendimentos/mês.  O tratamento é gratuito.
A tuberculose continua sendo o assassino infeccioso mais mortal do mundo. Todos os dias, mais de 4.000 pessoas perdem a vida devido à tuberculose e cerca de 30.000 ficam doentes com esta doença evitável e curável.
Em Linhares, o programa de Controle à Tuberculose objetiva reduzir a morbimortalidade e a transmissão da doença no município. Para isso, garante o acesso ao diagnóstico, tratamento e cura de cada paciente, além da proteção às populações vulneráveis à doença e às suas formas multirresistentes.
O programa dispõe também de diagnóstico, tratamento e avaliação de contatos (pessoas que residem na mesma casa). O acompanhamento inclui suporte psicológico e social ao paciente e seus familiares.
A diretora do Naps, Kessy Bonicenha Brunetti, chama a atenção para o paciente que, normalmente, tem queixa de três semanas seguidas ou mais de tosse com catarro ou não para procurar uma unidade de saúde ou o próprio Naps por livre demanda para realizar os exames e confirmar ou não o diagnóstico. “O médico vai avaliar o caso e determinar o tempo e o tipo de tratamento necessário para cada paciente de forma individualizada”, explicou.
Tratamento da tuberculose
O tratamento é feito no mínimo por seis meses. Em caso de paciente positivo, é importante fazer o rastreio, porque como o contágio é de pessoa para pessoa- normalmente transmitido por secreção, como a saliva-, pode ser que pessoas de convívio direto também possam ter a doença. É importante que elas, então, procurem o serviço de saúde. A partir de 15 dias do início do tratamento, o indivíduo já não transmite a doença.
Para conscientizar o público sobre as devastadoras condições de saúde, sociais e econômicas da tuberculose, e intensificar os esforços para acabar com a epidemia global da doença, foi instituído o Dia Mundial de Combate à Tuberculose, comemorado no dia 24 de março. Neste dia, várias ações são realizadas. Em Linhares, por exemplo, o Naps distribuiu panfletos educativos e passou diversas orientações sobre a doença às pessoas que estavam no núcleo, nesta data, este ano.
No Naps, o Programa Municipal de Controle à Tuberculose conta com seis profissionais na equipe: um médico, uma enfermeira, duas técnicas de enfermagem, uma psicóloga e uma assistente social.

Fonte: https://www.sitedelinhares.com.br/noticias/geral/secretaria-de-saude-alerta-para-aumento-de-casos-de-tuberculose-em-linhares

Comentários